Pular para o conteúdo principal

SILENCIOSO


No universo 

do meu 

silêncio. 

Nas entrelinhas 

da minha 

poesia. 

Desejo os seus 

abraços, 

dia e noite, 

noite e dia. 

Dei asas a minha 

imaginação, 

para os meus 

versos voar

de encontro ao seu 

coração

e nele 

para sempre 

morar. 

Acreditar que a 

essência 

do meu sonho 

se realize, 

é a razão da 

insistência 

nesse amor 

que tanto 

preciso. 



Autor: Wandermilton Souza Corrêa

POSTAGENS MAIS VISITADAS!

O AMOR

FUGINDO DE MIM

NADA ZEN

CAÇADORA DE CORAÇÕES

DESISTA

ENCANTADOR DE PALAVRAS

ALAZÃO DE FERRO

ERROS E ACERTOS

TERRÁQUEO

LIVRE ARBÍTRIO