Pular para o conteúdo principal

SUAVEMENTE


Sem você perceber. 

Eu sigo meu caminho, 

fingindo não te ver. 


Silencioso no meu pensar. 

Passo despercebido 

ao seu olhar. 


Eu não tenho direção. 

Dexei meu coração 

buscar da própria sorte. 


No mar dos meus desejos, 

sou um náufrago, à deriva. 

Esperando seu olhar, 

salvar a minha vida. 


Voei por muito tempo 

nas asas da imaginação 

desejando o seu olhar. 


Levado pelos ventos 

e pela indiferença sofrida . 

Perdido no desejo 

de um olhar, da minha vida.



Autor: Wandermilton Souza Corrêa 

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS!

O AMOR

FUGINDO DE MIM

CAÇADORA DE CORAÇÕES

NADA ZEN

DESISTA

ENCANTADOR DE PALAVRAS

ALAZÃO DE FERRO

ERROS E ACERTOS

TERRÁQUEO

LIVRE ARBÍTRIO