Pular para o conteúdo principal

VIDA

 

Não me limite. 

Não me intitule. 

Não me defina. 

Não me rotule. 


Não sou vírgula. 

Nem ponto final. 

Não sou diferente. 

Não sou igual. 


Não sou página. 

Nem livro pronto. 

Não sou história. 

Não sou conto. 


Não sou certo. 

Não sou previsível. 

Mas com certeza, 

tudo é possível. 


Erro bastante. 

Cometo enganos. 

Às vezes acerto. 

Realizo os planos. 


Sou a vida! 

Com alegria e dor. 

Com choro e sorriso. 

Com ódio e amor. 



Autor: Wandermilton Souza Corrêa 

Comentários

POSTAGENS MAIS VISITADAS!

O AMOR

FUGINDO DE MIM

CAÇADORA DE CORAÇÕES

NADA ZEN

DESISTA

ENCANTADOR DE PALAVRAS

ALAZÃO DE FERRO

ERROS E ACERTOS

TERRÁQUEO

LIVRE ARBÍTRIO