Pular para o conteúdo principal

Só Mente


Parece uma 

tarde sombria. 

Uma noite vazia, 

perdida na escuridão.


Assim a mente 

caminha, 

por estradas sozinha, 

sem porquê, sem razão. 


Mesmo acompanhada, 

com milhões 

ao seu lado, 

sente-se perdida. 


Ouvindo uma voz 

lá no fundo 

um sussurro profundo, 

este é o seu abrigo.


Viajando ao seu encontro 

para entender 

esse encanto, 

que somente ela sente. 


Às vezes 

encontra respostas, 

noutras 

mais dúvidas somente. 


Pois a voz 

que responde.

É a sua

própria mente.


Dizendo

só o que sente e sabe,

guardado no

subconsciente.



Autor: Wandermilton Souza Corrêa 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O AMOR

FUGINDO DE MIM

CAÇADORA DE CORAÇÕES

NADA ZEN

DESISTA

ENCANTADOR DE PALAVRAS

ALAZÃO DE FERRO

ERROS E ACERTOS

TERRÁQUEO

LIVRE ARBÍTRIO