Pular para o conteúdo principal

ERROS E ACERTOS

Imagem
Errando nos caminhos certos. Acertando nos caminhos errados. Cada um com sua história, carregando seu próprio fardo. Seja de flores ou espinhos, alegrias ou tristezas. Cada um no seu caminho de verdades ou incertezas. A vida não vem com manual de instrução. Às vezes é somente errando que se aprende uma lição. Portanto os erros, nem sempre são erros em vão. Autor: Wandermilton Souza Corrêa  

SOZINHO

Imagem
Existem momentos de pura solidão, onde preferimos estarmos sozinhos, isolados na multidão. Como se fosse o melhor remédio, que curaria essa sensação. Com quase todos, assim acontece. Quando a melhor saída é encontrar em si, uma prece. Que tire esse tédio que à mente entorpece. Autor: Wandermilton Souza Corrêa 

SEM COMPROMISSO

Imagem
Vai para a balada. Para divertir, viver a vida e mais nada. Não acredite em tudo que ouviu. Boca diz tudo, ate o estado civil. Quem está sozinho, nem sempre diz quem espera seu carinho. Para você, hoje tem toda disposição. Muitas promessas num mundo de ilusão. Sem compromisso. Quem é casado, quer curtir somente isso. Quem é solteiro tem que pensar sempre nisso. Não se amarrar, pois tudo  não  passa disso. Sem compromisso. Quem é casado, quer curtir somente isso. Quem é solteiro tem que pensar sempre nisso. Não se amarrar, pois tudo  não  passa disso. Vai para a balada! Autor: Wandermilton Souza Corrêa  

O AMOR

Imagem
O amor. Não se vende. Não se compra. Não se empobrece. O amor. É natural. Estado pessoal, que enobrece. O amor. Não se exige. Não se precisa. Não se carece. O amor. É espontâneo. Estado de graça, que se estabelece. O amor. Não é egoísta. Não é pessimista. Não é ilusão. O amor. É solidário. Estado real de um coração. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

OLHAI AS FLORES DO CAMPO

Imagem
Olhai as flores que florescem no campo. Com seus perfumes e seus encantos. Olhai as flores, como são belas. De vívidas cores, brancas, azuis, vermelhas, amarelas... Olhai as flores no campo que trazem inspiração de amor, ternura e paixão. Olhai as flores no campo. Lembranças e sentimentos. Aprecie esse momento. Olhai as flores na natureza. Registre essa beleza. É somente o que haverá. Pois o homem que tudo consome. Não deixará nada para se admirar. Olhai as flores no campo. Autor: Wandermilton Souza Corrêa  

O TEMPO

Imagem
O infalível tempo. Não poupa alegria, muito menos sofrimento. Pode ser um dia calmo ou um dia turbulento. Não importa se sabia ou se não tinha conhecimento. Pode ser no raiar do dia ou no fim do firmamento. Não importa sua apatia ou qualquer sentimento. O infalível tempo, não poupa nenhum momento. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

VELHO HERÓI

Imagem
Ontem ele lhe falava sobre a vida e outras dimensões. Mostrava-lhe os caminhos de ida e vinda e os que afligem os corações. Você flutuava e sonhava em seus braços. Ele, seu porto seguro, de todo apuro e qualquer embaraço. Gargalhadas e risos estavam sempre presentes. Eram quase só um, mesmo que um estivesse ausente. Hoje seus contos estão ultrapassados. Você escolhe seu caminho e quem caminha ao seu lado. As alegrias são só suas. Não compartilha mais nem os sofrimentos. Seus sonhos no seu afago ficaram só em pensamento. Sente-se seguro o suficiente, para não mais buscar abrigo. Achas que seu herói envelheceu e não o salvaria de nenhum perigo. Esqueceste todo o zelo que lhe fora ofertado. E quantas noites acordado ele passou ao seu lado. Apesar de todo desprezo e ingratidão. Seu velho herói não o esquece e caso precise lhe daria o coração. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

STOP

Imagem
Às vezes é preciso                                       de                                sa                           ce                        le                    rar , deixando a vida p               a               s              s             a            r            . E calmamente a n a l i s a r,        o que importa realmente. Para poder eliminar tudo que sufoca a própria mente. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

ALAZÃO DE FERRO

Imagem
O sol despontando no horizonte, e no retrovisor, a sombra da cidade. Destino indefinido na mente, e no coração, o sentido de liberdade. Olhar atento na estrada. O instinto mostrando a direção Ser livre e não temer nada, esta é a melhor sensação. Na cidade ou na estrada, confio no meu alazão. Companheiro de toda jornada, adrenalina e emoção. Voa meu alazão de ferro, mostre como és veloz. Ultrapasse os obstáculos, deixando todos atrás de nós. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

NADA A PERDER

Imagem
Navegando sobre as marés do improvável, onde tudo parecia perecer. Ancora-se no imaginável. Nada a perder. Multidão ensandecida em eliminar o sofrer. É mais que uma jazida. Nada a perder. Mentes débeis e matéria frágil, é tudo que se pode querer. Nem precisa ser muito hábil. Nada a perder. A situação é matéria prima. A ignorância e o seu querer, é tudo que se precisa. Nada a perder. É mais que um negócio, é um bom empreender. Num mundo de vários sócios e nada a perder. Nada a perder. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

PASSAGEIRO

Imagem
Vivo com intensidade todos os momentos da vida. Despertando paixões por todas as cidades, nas minhas idas e vindas. Sem muita ilusão, sonhar é meu destino. Preenchendo meu coração, com amores correspondidos. Como um brilho incandescente, vejo vida sempre florida. Sou uma luz resplandecente, iluminando as saídas. Meu fascínio é a liberdade e o poder de ir e vir. Viajar por todas as cidades e corações possuir. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

CAÇADORA DE CORAÇÕES

Imagem
Esperei-te e você não apareceu. Então me desesperei, e dos meus olhos um oceano fluiu. Como chuva em solo quente. molhando a terra ardente. Um coração latente, do meu peito saiu apossando-se da minha mente que já não era mais hostil. Eu só queria a felicidade. Ando agora sem rumo, procurando-te em outros mundos, em todas as cidades. Será que você está em outro planeta ou em outra dimensão. Procurado novos amores, torturando outro coração. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

TERRÁQUEO

Imagem
Seja branco, amarelo, negro ou mulato. Não importa a cor da pele e isto é fato. Independente do sexo e da origem que se tem. Somos todos filhos desta terra, portanto terráqueos também. O que nos diferencia, são somente questões culturais. Mas isso não é motivo para sermos tão desiguais. Amai-vos uns aos outros é dito em toda religião, e que somos filhos do mesmo Pai, Deus de toda criação. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

MEU DESTINO É SONHAR

Imagem
Onde o coração me levar. Em qualquer canto do mundo não estarei só em nenhum segundo, pois tenho a imaginação além da realidade. Que vagueia pelo mundo, em busca da felicidade. Meu destino é sonhar. Embarcando na fantasia, fazendo do surreal a alegria para minha ébria mente. Não deixando a apatia dominar-me completamente. Minha mente não pode parar. Pois em algum canto do tempo, talvez perdida ao relento esteja a tal felicidade. Aguardando o momento para me fazer feliz de verdade. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

VERDADE

Imagem
A verdade  está lá fora. Abra as janelas que choram antes que o sol vá-se embora. Não procure no seu templo, as respostas da insatisfação. Nem se deixe amarrar nas armadilhas do coração. Use a lógica e a razão e verás que tudo que sabes é somente ilusão. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

OBSESSÃO

Imagem
Quero entrar  mais profundo em teu ser e nele minha canção fixar, até você perceber. Sou como o vento numa tempestade. Um alguém perdido numa estrada. Um pôr do sol que deixa saudade. Sou um oceano de alegrias. Que refresca nas noites quentes e aquece nas noites frias. Sou como as cores da primavera a brisa do verão o aconchego do inverno e no outono renovação. Sou como as estrelas no céu iluminando a imensidão. E sem você meu sol, meu brilho é todo em vão. Você me faz romper todos os limites da imaginação. É um tanto te querer que entorpece meu coração. Estou perdido num oceano de desejos. Carente do seu amor e ansioso por seus beijos. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

FUGINDO DE MIM

Imagem
Eu estou  sempre  presente, vejo tudo que você faz. Foges de mim constantemente. Eu observo, esse seu jeito fugaz. Vejo isso pois, não me olhas. As suas mentiras dizem assim. Mesmo quando você chora. As verdades não saem, e você foge de mim. Você foge de mim. Você foge de mim. Eu queria que me contasse e abrisse seu coração enfim. E somente a verdade falasse. Mas não me olhas e você foge de mim. Você foge de mim. Você foge de mim. Você foge de mim. Você foge de mim. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

AMOR SEM FIM

Imagem
Perto de ti meu bem. Sou como um vulcão, uma lava incandescente. Longe de ti meu bem. Sou somente cinzas, um magma outrora ardente. Perto de ti meu bem. Sou como o escaldante sol do deserto. Longe de ti meu bem. Sou como o frio, nas noites sem teto. Perto de ti meu bem. Sou a alegria personificada. Longe de ti meu bem. Sou somente tristeza e mais nada. Você é tudo de mais importante, que escolhi para mim. Mas sem esse tudo, a vida continua,   amor sem fim. Autor: Wandermilton Souza Corrêa

VIDA LOKA

Imagem
Segunda-feira, muita atenção. Veja o noticiário na televisão. O repórter tenta, tenta explicar. É mais uma mãe de luto que não para de chorar. Seu filho mais novo que contradição. Não ouviu seus conselhos e quis ter mais emoção. Envolveu-se com gente erradas, que decepção. Tomou três tiros na cabeça, sem dó e sem compaixão. Vida louca. Tudo que ele queria era curtir com a galera. Ter tênis e roupa de marca e sair lá da favela. Ter um carro zero e um AP na zona sul. Mas trabalhar é lero-lero só queria a vida blue. Vida louca. Presta atenção! Ouça os seus pais e aprenda a lição. Dignidade e respeito, só na escola meu irmão. Não existe outro jeito. Vida fácil é somente ilusão. Tudo que vem de forma errada só acelera o coração. O prazer vai-se embora dando lugar a decepção. Deixando um vazio na alma e entre nós, menos um irmão. O mundo do crime é uma via de uma só mão, se entrar neste caminho,

VELHO CHICO

Imagem
De águas límpidas e cristalinas, para beber e navegar. Este era o cenário, que o Velho Chico podia nos dar. Com um abundante cardume. Fauna e flora decorando o seu curso. Pessoas de vários costumes, dele retirava os recursos. O rio corria normalmente, antes da ignorância de o homem chegar. Desmatando suas encostas e nele os dejetos jogar Em todas as cidades e vilarejos, por onde o Velho Chico passa. Já não há mais o sertanejo que antes lhe dava o abraço. Se não fizerem algo urgente “Coisa difícil de fazer”. O Velho Chico morrerá, e o ignorante irá sofrer. Seu leito será somente pó, e isso não se pode beber. Autor: Wandermilton Souza Corrêa